• contato@digitalwebdg.com.br
  • Segunda à Sexta 09:00 às 18:00 | Sábado 09:00 às 12:00

Como Vender Pelo WhatsApp

Por Douglas Araújo

CEO Digital Web DG

Vendas pelo WhatsApp: será essa uma boa oportunidade para você?
Muita gente tem usado a plataforma de mensagens instantâneas para impulsionar ideias de negócios. Quem já tem empresa, adota uma abordagem de venda pelo WhatsApp para incrementar o faturamento.

Quem ainda não tem, pode começar justamente pelo aplicativo.
E funciona? Certamente, sim. Mas não por mágica. Neste artigo, vamos falar sobre o uso do WhatsApp como ferramenta de vendas, trazendo dicas valiosas para você elaborar um planejamento estratégico e tirar seu negócio do papel. Você vai descobrir o que precisa para começar, como abordar um cliente pelo WhatsApp, de que maneira se organizar, como fazer publicidade pelo WhatsApp para se aproximar da audiência e mais, muito mais. Este é um guia completo para você vender usando seu celular. Interessado nesse aprendizado?
Então, tenha uma boa leitura!

Porque Vender Pelo WhatsApp?

O WhatsApp é o aplicativo para smartphones mais utilizado pelos brasileiros, com 68% de preferência, segundo a pesquisa MMA Mobile Report 2017. Vale para bater papo, se divertir, mas também realizar negócios. Dá para conversar com clientes e fornecedores, fazer chamadas de áudio ou vídeo e, por que não, fechar vendas pelo WhatsApp. Considerando que o número de smartphones ativos no país supera o de habitantes, não é pouca coisa. Com tanta gente usando o app e fazendo isso das mais variadas formas, por que deixar passar a oportunidade? Se você já tem o próprio negócio, pode atrair novos clientes que preferem negociar pela plataforma. Se está planejando abrir um, pode até mesmo validar a ideia ali, fazendo os primeiros contatos, estudando o mercado e otimizando a estratégia. A verdade é que não faltam motivos para apostar nas vendas pelo WhatsApp. Só não dá para fazer isso de forma amadora, sem planejamento. Então, vamos conferir agora as doze melhores dicas para se dar bem ao vender pelo app.

Utilize o WhatsApp Business

O WhatsApp Business é uma versão do app voltada a empresas, especialmente negócios individuais e de menor porte. Possui uma série de funcionalidades bacanas para você vender mais, a começar pela possibilidade de uso do telefone fixo para registro. Pode parecer um detalhe bobo, mas faz bastante diferença para os clientes que já mantêm contato com você. Com um perfil comercial, o usuário que conversa com você sabe que está falando com uma empresa. Isso exige a sua atenção quanto ao preenchimento do perfil, já que ele funciona como um cartão de visitas. Além disso, você conta com uma interface diferente, incluindo sugestões de mensagens automáticas como resposta, algo como “Olá! Como posso ajudar?”. Outro recurso bem legal são as métricas, sempre importantes para uma estratégia de vendas. Nesse caso, elas informam os números de mensagens enviadas, entregues, recebidas e lidas. Tem ainda etiquetas para marcar os clientes com informações como “pagamento pendente” ou “pedido finalizado”. Enfim, vale experimentar tudo o que ele oferece, até mesmo para buscar um maior profissionalismo para o seu negócio.

Não se esqueça de pedir a autorização dos seus clientes

Ponto muito importante. Existe um limite entre a divulgação do seu negócio e a invasão ao celular do potencial cliente. Jamais envie mensagem não autorizada. Ou seja, para um destinatário que não aceitou receber esse tipo de comunicação previamente. Essa tática tende a ser um tiro no pé. No mínimo, são grandes as chances de ser um contato improdutivo, sem gerar retorno algum. Já na pior das hipóteses, o usuário pode fazer um print, denunciar no Procon e nas redes sociais, o que seria péssimo para a sua reputação empresarial. Por esse motivo, comprar listas de números é uma péssima ideia. Afinal, ela virá recheada de contatos que não autorizaram as suas mensagens.

Organize seus clientes

Você não conseguirá realizar vendas pelo WhatsApp sem organização. Imagine uma extensa lista de contatos, talvez com 100, quem sabe 500 diferentes nomes e números. Achar o contato que gostaria nessa confusão vai ser como uma agulha no palheiro, sem dúvidas. Uma boa prática é renomear os contatos conforme o estágio de relacionamento com seu negócio. Isso ajuda a agrupar, por exemplo, aqueles para os quais você vende mais seguidamente.

Seja qual for a sua estratégia de organização, o mais importante é que possa criar um sistema que facilite o seu trabalho, além de não deixar nenhum cliente esperando resposta.

Utilize listas de transmissão e não grupos

Criar um grupo no WhatsApp é algo que só interessaria a você, não aos clientes. Logo, não é uma boa estratégia. Como você deve saber, um grupo reúne usuários interessados em um determinado assunto, possibilitando a troca de conteúdo entre eles justamente sobre o tema em questão. Não é algo que se aplica a uma empresa, portanto. A não ser que seja para reunir usuários com queixas sobre o seu negócio – e não é isso que você deseja, certo? Então, o que fazer quando você precisa enviar uma mesma mensagem a vários usuários? Encaminhar um a um? Certamente, não. Além de trabalhoso, ainda informa que o conteúdo foi encaminhado e não personalizado para aquele cliente. A dica é usar listas de transmissão. É bem fácil: você criar a lista, seleciona todos os contatos que deseja colocar nela e pronto! É só escrever a mensagem e enviar. Serve, por exemplo, para divulgar a chegada de novos produtos ou anunciar promoções. Importante: ao usar a lista, a conversa com cada usuário ocorre em janela individual. Ou seja, se alguém responder, só você irá receber.

Crie um cronograma de mensagens

Como qualquer negócio, ao vender pelo WhatsApp, você terá potenciais clientes nos mais variados estágios. Haverá aqueles que sequer conheciam a sua empresa até pouco tempo. Outros que ouviram o seu nome como indicação de amigos e que estão prontos para também comprar. E também consumidores fiéis, que mantêm contato frequente com você e estão sempre prontos para uma nova compra. Cada um desses estágios corresponde a uma etapa do funil de vendas do seu negócio. E, como tal, merece uma abordagem específica. Significa dizer que você não pode simplesmente encaminhar a mesma mensagem para todas as pessoas. É preciso respeitar as suas particularidades e, principalmente, o momento da relação com o seu negócio. Então, de forma bastante prática, tenha um cronograma de mensagens. Deve ser um instrumento que prevê quando e como abordar o cliente conforme ele ingressa e avança pelo seu funil. Acertar nesse aspecto aumenta muito a chance de ajudar o cliente a passar ao próximo nível, ficando mais perto da compra.

Ofereça conteúdos

Você não está proibido de enviar propaganda pelo WhatsApp, bem pelo contrário. Só não restrinja a sua estratégia a isso. Cada vez mais, a oferta de conteúdo substitui com vantagens a abordagem ostensiva de vendas. Isso quer dizer que bancar o vendedor convencional, que foca na negociação a todo custo, tem pouca chance de dar bons resultados. O envio de dicas relacionadas aos itens que vende pode ser uma poderosa ação de marketing de conteúdo. Se você vende roupas, por exemplo, pode apresentar aos seus contatos dicas rápidas para dobrar e guardar sem amassar. Faça isso tanto no formato de texto quanto vídeo e veja como ajuda no engajamento dos clientes. Ainda que seja apenas uma mensagem encaminhada, se ela tiver valor ao usuário, você ganha alguns pontinhos com ele. Na hora de fechar negócio, talvez seja decisivo para que ele escolha você e não o concorrente.

Capture o número de WhatsApp com recompensa digital

Você lembra o que falamos no item 2 da nossa lista de dicas de vendas pelo WhatsApp? Sim, era sobre não enviar mensagens sem autorização. Mas como, então, fazer a sua lista de potenciais clientes crescer? Uma excelente estratégia é a da recompensa digital. Ou seja, oferecer algo em troca do contato e início do relacionamento com o seu negócio. Funciona assim: você cria um material atrativo, como um e-book, e condiciona o download dele ao registro do celular do usuário. Se for mesmo um conteúdo de interesse do seu público, ele vai aceitar a oferta. E, assim que deixa o número de contato no seu formulário, se torna um lead e ingressa no seu funil de vendas. A partir daí, é mais um potencial cliente que deve ser nutrido com informações relevantes, que estimulem o seu desejo de compra. Ah, nunca esquecendo que esse formulário de captura se beneficia muito de uma bela landing page – mais à frente, daremos uma dica para criar a sua.

Use e abuse de gatilhos mentais

Gatilhos mentais são uma técnica de convencimento do usuário, tocando em aspectos considerados chave para a sua tomada de decisão. Pode ser, por exemplo, o gatilho da escassez, que leva o cliente a fazer a compra antes que o produto acabe. Ou o da urgência, que o induz a agir de forma imediata para não perder uma oportunidade que parece ser única. Seja qual for a sua estratégia, o segredo é saber mexer com as emoções do cliente e tirá-lo da zona de conforto.

Siga nossas redes sociais

Fique a vontade para entrar em contato com a nossa equipe, estão todos preparados e qualificados para lhe prestar o melhor atendimento para você e sua empresa!

© 2019 – Todos os direitos reservados | Digital Web DG